segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Alienado

Renan Barbosa

Quando penso que sei, nem comecei a aprender.
Quando tenho alguém, eis que surge o ninguém.
Se hoje amo, talvez amanhã seja amado, mas e meu amor?
Não sei onde fica, onde habita... Às vezes distante.

Quando começa, eis que surge o fim.
Quando vivo, descubro em mim, um devaneio.
Ser amado se torna um sonho, o sonho se torna vida...
A vida se torna amor.

Quando quero agir, tenho vontade de fugir.
Quando quero fugir, desejo conseguir.
Tento entender, viver, crescer, aprender...
Entender transforma meu crescer e me ensina a viver.

Quando estou só, fico triste.
Quando estou junto, não sei se o “nós dois” existe.
Você aparece e transforma meu amor.
Apenas não o deixe perdido em dor.


Quando acho que estou certo, descubro que estou errado.
Quando quero fazer a diferença, sou só mais um alienado.

7 comentários:

Dizendo o que der na telha... disse...

ameei como sempre Renan *-*
poetaa \o>

;*

Baby* disse...

Que lindo Renan,
Poxa, vc tem o dom de lidar com as palavras mew, ><
Dizem q quando vc ve algo, ou lê, vc sabe q é sincero quando akilo lhe comove, e de fato o q vc escreve comove sim.
parabéens,
como ja lhe disse um vez, saber lidar com as palavras é um dom e vc tem esse dom. <3

Renan Barbosa disse...

Obrigado Meninas xD

Ahh estou aprendendo Baby, mas você também tem o dom de escrever, seria uma ótima jornalista =]

Bjuss!!

Luiz Augusto disse...

dahora aí..
parabens Renan...
vai ira poeta!! xD
mto bom..
hauhuahuahsuahsua

Renan Barbosa disse...

Obrigado Luiz. Um dia chego la.. xD

Nath disse...

Nossa Renan, eu sou sua fã, de verdade! não é de hoje que te falo que tem o don com as palavras e você vai longe garoto! e se for preciisar de torcida sabe que tem uma ;]

Renan Barbosa disse...

Obrigado Nati xD