sexta-feira, 3 de julho de 2009

Poemas, meros poemas

Renan Barbosa
Insônia

Como entendê-la se hoje você me ama e amanhã você me odeia? Como entendê-la se me olha nos olhos e quando me aproximo foges de mim? Como entendê-la se me abraça e depois me esbofeteia? Como esquecê-la se em noites de insônia nos únicos dez minutos que consigo dormir sonho com você? Como esquecê-la se você é o motivo de minha insônia?



Talvez amor

Meu coração bate mais rápido quando vejo você. Quando penso em você, simplesmente parece-me que és mais uma em minha vida, uma amiga, uma pessoa de quem gosto, mas quando lhe vejo, tudo muda. Talvez amor?

Quando vejo seu olhar, que enobrece em meiguice e mistério, sinto-me um idiota. Sem rumo, sem direção, sem reação. O simples fato de você me olhar me paralisa, me enfeitiça, me apaixona. Talvez amor?
Sempre que escuto sua voz, sinto uma vontade atroz de lhe amar. Como uma lâmpada na escuridão ilumina minha solidão, a lembrança de seu sorriso. Talvez amor?

Talvez afeto? Talvez paixão? Simplesmente amor!!

9 comentários:

Bruna =* disse...

vou chorar Renan! *-*
que lindo! \o>

andressa disse...

Nosa renan lindoo pode virar poeta jah ...xD

Renan Barbosa disse...

Apenas viagens da minha cabeça =p

Obrigado por comentarem meninas!

Bjuss!!

Jacque :) disse...

que liindo Renan *-*
meu autor preferido :B
uhaiushauisa s2

Renan Barbosa disse...

Brigadooo Jacque =]

Bjuss!!

Calinha disse...

Amorzinho...ficou lindoooo.!

Renan Barbosa disse...

Brigado Carlinhaa xD

Adrícia disse...

AAH! Adorei esse :)

Renan Barbosa disse...

Brigado Drícia xD =*